Escritores: Sor Juana Inés de la Cruz, uma mulher de coragem.


Um dia como hoje de 1651 nascia Sor Juana Inés de la Cruz (Sóror Juana em português) poetisa e dramaturga nova-espanhola (atual Mexico) que abandonou a corte do representante do rei para entrar num convento, única forma que tinha de accesar ao conhecimento da época, já que as mulheres não tinham permitido estudar. Juana desejava conhecer as matemáticas, a música e a literatura mas era proibido para ela. Uma vez freira, dedicou sua vida ao estudo e a escritura. Protegida de figuras importantes do seu tempo, enfrentou a Inquisição espanhola escrevendo textos que poderíamos chamar feministas. Quando sua proteção acabou, Juana foi obrigada a se desfazer do seus instrumentos de música, sua biblioteca e sua sede de conhecimento embora seja discutido até hoje se não foi decisão da própria Juana devido a um brote místico e a uma aproximação a Deus. Ela falece na Cidade do México em 17 de Abril de 1695 por causa de uma epidemia que dizimou a região. 




0 comentários:

Postar um comentário