Escritores: Pablo Neruda, um político poeta.

Neftalí Ricardo Reyes Basoalto, mais conhecido como Pablo Neruda, nasce em 12 de julho de 1904 em Parral, Chile. Sua mãe morre quando ele tem apenas um mês de vida e adotará como mãe à segunda esposa do pai, Trinidad Candia Marverde, a quem mencionará em diferentes poemas. radica-se em Santiago de Chile para estudar pedagogia em 1921 e em 1924 publica um dos seus mais famosos livros: Veinte poemas de amor y una canción desesperada. Em 1927 começa sua carreira de diplomata e entre suas muitas viagens, conhece ao poeta espanhol Federico García Lorca, quem será assassinado pelos fascistas durante a Guerra Civil Espanhola. Neruda, de clara postura socialista, escreve Espanha no coração quando é destituído do seu cargo consular. Também lerá um extenso poema no Estádio do Pacaembú em homenagem ao líder comunista Luís Carlos Prestes. Em outubro de 1971 recebe o Prêmio Nobel de Literatura e será convidado pelo presidente chileno Salvador Allende para ler para mais 70000 pessoas no Estadio Nacional de Chile. Dois anos depois, o ditador Augusto Pinochet realiza um golpe de estado durante o qual o presidente eleito Allende decide se suicidar antes de entregar o poder aos militares. A saúde de Neruda, já deteriorada, piora e 12 dias após o golpe de estado, morre às 22:30. A casa do poeta foi saqueada e seus livros incendiados. Após o funeral, muitos dos participantes foram detidos pelas forças militares e hoje são parte da lista dos miles de desaparecidos. Seu livro "Confieso que viví" foi publicado postumamente. 



0 comentários:

Postar um comentário